Nova Futura Investimentos 16 de agosto de 2019 4 minutos lendo
Voltar para o blog

Quais Opções eu tenho?

16 de agosto de 2019   -   4 minutos lendo

Olá investidor,

Você sempre quis saber mais sobre o mercado de opções?

Vamos fazer uma série para explicar o assunto de forma simples e prática.

Serão 4 textos divulgados nas próximas sextas-feiras.

Vamos lá!

Para exemplificar o que são opções e as operações que podem ser feitas com elas, vamos utilizar exemplos do cotidiano.

Para entendermos os conceitos, vamos imaginar que em uma bela manhã de domingo, após tomar seu café, você decidiu ir passear.

Ao passar em frente a uma loja você viu o novo Iphone X, sendo que o aparelho era o último disponível.

Quando começou a conversar com o vendedor, uma informação dita por ele fez com que você tomasse a decisão de compra:              

Vendedor – A empresa que fabrica o smartphone só vai mandar um novo lote para o Brasil no próximo mês.

O valor pago por essa nova aquisição foi de R$ 3.000,00.

A praça de alimentação

Após ter saciado sua sede de consumo, você vai até a praça de alimentação para comer seu hambúrguer preferido, sendo que durante a sua refeição você encontra João, seu amigo do trabalho. Após um bate papo amigável, João pergunta:

João – Veio passear no Shopping?

Você – Vim, mas acabei comprando um telefone.

Essa resposta aguça a curiosidade do seu companheiro de trabalho.

João – Qual aparelho?

Você – Um Iphone X.

João – Eu fui à loja e já não tinha mais.

Você – Verdade, acabei comprando o último por impulso, pois sempre usei os com o sistema operacional Android. Mas parece-me que não vou me adaptar.

Após esse apontamento, surge a sua proposta ao João:

Você – O que você acha de comprar esse aparelho? Não vou entregá-lo agora, porém gostaria que você me desse R$250,00 para firmar esse acordo. Depois de 30 dias, eu posso vendê-lo por R$ 2.750,00, caso você ainda queira comprar o aparelho.

A primeira coisa que vem na sua cabeça é: Caso eu não me adapte ao aparelho e João ainda o queira, vou vendê-lo e poderei comprar outro com esse valor.

Após fazer a oferta, João decidiu aceitar a proposta. Você pega um guardanapo na mesa e anota as condições do contrato, assina e entrega a João.

O que você acabou de fazer foi um financiamento com opções.

Vamos entender melhor:

Ativo Objeto: Iphone X.

Títular: É o João, que tem o direito de comprá-lo a R$ 2.750,00.

Lançador: É você, que tem a obrigação de vendê-lo a R$ 2.750,00.

Prêmio: R$ 250,00, é o valor pago por João para ter o direito de compra.

Preço de Exercício (Strike): R$ 2.750,00, é o valor acordado na negociação.

Opção: Guardanapo, que é o que legitima esse acordo.

Vencimento: 30 dias, que é o prazo final para fechamento do negócio.

Imaginando cenário:

Agora vamos imaginar dois cenários:

CENÁRIO 1

Depois de uma semana a Apple anuncia que vai lançar o modelo XR ao preço de R$ 3.000,00 e com essa mudança o preço do modelo X cai para R$ 2.450,00.

Sendo assim, João não vai querer exercer seu direito de comprar o aparelho.

Você continua com o telefone mais os R$ 250,00 pagos por ele, ou seja, o custo do aparelho caiu de R$ 3.000,00 para R$ 2.750,00.

João perdeu R$ 250,00 pois aquele guardanapo que recebeu validando o acordo não tem mais valor nenhum.

CENÁRIO 2

Depois de uma semana a Apple anuncia que só vai produzir um novo aparelho depois de dois anos e com essa mudança o modelo X começa a ser negociado no mercado a R$ 3.400,00.

João ao assistir a notícia coloca a mão no bolso, acha aquele pedaço comprobatório de papel e te faz uma ligação:

João – Oi, gostaria de comprar o telefone.

Você – Beleza, vou manda-lo e você me faz uma transferência no valor de R$2.750,00.

Resumindo:

Você recebeu R$ 250,00 para assumir o compromisso de venda e receberá mais R$ 2.750,00 pela venda. Como pagou R$ 3.000,00 no aparelho, não houve prejuízo financeiro.

Mas vale lembrar que agora o telefone vale R$ 3.400,00 e caso você tenha gostado dele terá que colocar mais R$ 400,00 para comprá-lo.

João pagou R$3.000,00 no aparelho, sendo que economizou em relação ao preço praticado no mercado, que agora é de R$3.400,00

Concluindo

O exemplo que demos é meramente ilustrativo e a analogia que fizemos é para um financiamento com uma opção de compra (call).

A intenção do financiamento é diminuir o custo da aquisição do ativo, neste caso um celular, mas poderia ser uma ação negociada na B3.

Lembrando que uma ação pode oscilar por diversos fatores, o que afeta exponencialmente o preço da opção.

Na próxima semana vamos usar exemplo reais de operações com opções.

Não deixe de acompanhar nossas mídias sociais!

Conteúdo Relacionado

Pronto para começar?

Abra sua conta