Nova Futura Investimentos 24 de setembro de 2019 6 minutos lendo
Voltar para o blog

Varejistas, bancos e outros

24 de setembro de 2019   -   6 minutos lendo

Além do otimismo visto no exterior, a terça-feira começa com os investidores atentos às notícias corporativas. Ontem, o Banco do Brasil (BB) e o UBS assinaram memorando de entendimentos de caráter não vinculante para a constituição de uma joint venture para atuar nas áreas de banco de investimento e corretora de valores na América do Sul, conforme adiantou o Broadcast. Na mira dos eventuais sócios, que conversam desde o ano passado, estão os mercados do Brasil, Argentina, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai. Fique de olho também em B2W, Lojas Americanas, Petrobras, Ambev e Eneva.

O objetivo da parceria entre os dois bancos é combinar a base de relacionamento do BB no País com as estruturas globais de execução e distribuição do UBS. A intenção é que o sócio suíço seja acionista majoritário, com 50,01% do negócio, que reunirá os ativos de ambos os bancos, conforme os termos e condições a serem definidos em acordo de associação, em discussão. Números, contudo, ainda não foram divulgados.

Ainda que o setor corporativo esteja recheado de notícias importantes, o mercado brasileiro deve se atrelar ao bom humor no exterior. As bolsas ao redor do mundo registram ganhos depois que o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, dizer em entrevista à emissora Fox Business que os dois países irão retomar negociações em duas semanas. Ontem à noite, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que os americanos estão “se saindo muito bem com a “China”. Segundo ele, Pequim deseja um acordo e já começou a comprar “nossos produtos agrícolas”.

Vale destacar também que o presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), declarou que a autoridade monetária “não hesitará” em adotar mais medidas de relaxamento monetário, caso a economia do país dê indícios de desaceleração. Já o presidente do Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês), Yi Gang, disse nesta terça-feira que a política monetária do país se manterá “estável e saudável”, sinalizando que a autoridade monetária não planeja cortar juros para estimular o crescimento.

Petrobras

A Petrobras informou ontem à noite sobre uma ocorrência com a plataforma P-50, na Bacia de Campos, no campo de Albacora Leste, na noite de domingo, quando houve o rompimento de amarra do sistema de ancoragem. Segundo comunicado, a produção foi preventivamente interrompida naquela ocasião. Por dia, a unidade produz em média 20 mil barris de petróleo.

Há outras 15 amarras para ancoragem da plataforma, que se encontra estável e em segurança, ainda de acordo com a nota da Petrobras, frisando que não há risco às pessoas ou ao meio ambiente. Trabalham na P-50 178 pessoas embarcadas.

No entanto, vale destacar que o petróleo do tipo Brent cai mais de 1,3%, enquanto investidores continuam monitorando a capacidade de a Arábia Saudita restaurar sua produção, após os ataques que sua infraestrutura petrolífera sofreu no último dia 14.

Lojas Americanas e B2W

A Lojas Americanas e a B2W informaram que a Ame Digital Brasil, fintech e plataforma mobile de negócios, fechou um Memorando de Entendimentos (MOU) com a Mastercard Brasil para oferta do cartão pré-pago Ame com a bandeira Mastercard para usuários da carteira e vendedores Ame Plus.

A parceria é uma das iniciativas que estão no plano de negócios da Ame para ampliar a sua aceitação nos mundos físico e online. Segundo a Lojas Americanas e a B2W, isso possibilitará que o cliente pague com Ame em toda a rede credenciada para aceitação da bandeira Mastercard, permitindo aos consumidores pagarem com Ame em 7,8 milhões de estabelecimentos comerciais, e ainda realizar saques em milhares de caixas eletrônicos espalhados por todo Brasil.

Ambev

A Anheuser-Busch InBev (AB InBev) anunciou que levantou cerca de US$ 5 bilhões no lançamento da oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) de ações de seu negócio de cerveja asiático na Bolsa de Hong Kong, meses depois de cancelar uma operação bem maior.

A unidade da AB InBev, a Budweiser Brewing Co. APAC Ltd., precificou seu IPO a 27 dólares de Hong Kong por ação (US$ 3,45). O valor corresponde ao piso do intervalo pretendido pela empresa. A oferta, a segunda maior do mundo lançada este ano, confere à Budweiser APAC uma capitalização de mercado de mais de US$ 45 bilhões.

Eneva

A Eneva descobriu indícios de petróleo em sua área de concessão na Bacia do Parnaíba, duas pessoas a par do assunto disseram ao Brazil Journal. Segundo estas fontes, a companhia ainda está conduzindo testes para aferir os volumes envolvidos e a viabilidade comercial.

Dado o que se sabe até agora, a Eneva ainda não tem obrigação regulatória de divulgar a descoberta, mas as fontes esperam que a companhia faça um comunicado ao mercado em breve.

JBS

A JBS conclui nesta semana oferta de R$ 500 milhões em certificados de recebíveis do agronegócio (CRA). É a primeira vez que a empresa vende títulos de dívida ao investidor de varejo no país, informa o Valor Econômico. Bruno Madruga, sócio e chefe de renda variável da Monte Bravo, chama atenção que no prospecto possui uma espécie de cláusula de proteção contra eventuais penalidades que a empresa venha a sofrer por corrupção.

A empresa alerta que não tem como garantir hoje se a empresa ou seus controladores não poderão sofrer novas penalidades relacionadas à corrupção. Se isso acontecer, significa que uma das hipóteses previstas para disparar o vencimento antecipado dos papéis foi alcançada e uma assembleia dos detentores CRA deverá ser chamada para decidir o assunto.

Santander

O diretor de cartões do Santander Brasil, Rodrigo Cury, renunciou ao cargo, conforme ata da reunião do conselho de administração do banco. Não foi divulgado, contudo, um eventual substituto.

O ex-diretor de Meios de Pagamentos do Banco do Brasil, Rogério Panca, chega ao Santander em outubro, conforme fonte, após cumprir quarentena do cargo no banco público, como revelou em abril último a Coluna do Broadcast.

Proventos

O conselho de administração da RD aprovou o pagamento de Juros sobre Capital Próprio (JCP) no valor de R$ 0,1577 por ação ON, equivalente a R$ 52 milhões. O montante será pago com base na posição acionária da próxima quinta-feira (26), e a partir do dia 27, as ações passam a ser negociadas ex-juros. O crédito será efetuado aos acionistas até 31 de maio de 2020.

O conselho de administração da Cia. Hering aprovou o pagamento de juros sobre o capital próprio no valor bruto de R$ 19.491.181,44, o equivalente a R$ 0,12 por ação. Terão direito ao pagamento os acionistas na base da empresa em 26 de setembro, com as ações sendo negociadas na condição “ex” juros sobre o capital próprio, a partir do dia seguinte.

FONTE: AE BROADCAST

Conteúdo Relacionado

Pronto para começar?

Abra sua conta

Ou deixe seus dados e entraremos em contato