Nova Futura Investimentos 04 de novembro de 2019 4 minutos lendo
Voltar para o blog

BB Seguridade, Telefônica Brasil e outas

04 de novembro de 2019   -   4 minutos lendo

Com a perspectiva de arrecadar até R$ 106 bilhões, o aguardado megaleilão da cessão onerosa do pré-sal, marcado para o dia 6, é o grande evento da semana. Quatro áreas serão leiloadas – Búzios, Itapu, Atapu e Sépia – e parte dos recursos serão divididos com a Petrobras, estado e municípios. Olho também na 6ª Rodada de Partilha de Produção, prevista para a manhã seguinte, dia 7, cujo bônus totaliza R$ 7,8 bilhões.

Com os dois leilões de petróleo, a expectativa da Agência Nacional de Petróleo (ANP) é de um salto na arrecadação do governo com royalties e Participações Especiais dos cerca de R$ 50 bilhões obtidos em 2018 para R$ 300 bilhões a 400 bilhões no final. “O fato da Petrobras ter manifestado interesse garante 70% do bônus, já garante o sucesso do leilão”, observou Décio Oddone, presidente da ANP. Ainda no setor petrolífero, na noite de sexta-feira, a Petrobras deu início a fase de divulgação do seu programa de venda de 15 blocos exploratórios na Bacia de Sergipe-Alagoas.

Enquanto isso, no exterior, a petrolífera Saudi Aramco anunciou ontem sua oferta pública inicial de ações (IPO), após cerca de quatro anos de adiamentos. O príncipe saudita Mohammed bin Salman deu autorização para a listagem nos últimos dias. A companhia, que produz cerca de 10 milhões de barris de petróleo por dia e é responsável por 10% da demanda global da commodity, vai entrar no mercado doméstico de ações, com listagem na Saudi Stock Exchange (Tadawul). Em 9 de novembro, a empresa dará início as reuniões com investidores para atrair demanda doméstica e internacional para a colocação de ações.

A agenda de balanços do terceiro trimestre também segue movimentando os mercados. Na manhã de hoje BB Seguridade e Telefônica Brasil já apresentaram seus números. Antes da abertura do mercado é aguardado ainda o informe de resultados da Porto Seguro, e mais tarde, após o fechamento, dos bancos Itaú, Pan, da Marcopolo e da Vulcabrás. (Veja mais em nota publicada às 06h45)

BB Seguridade

No terceiro trimestre, a BB Seguridade Participações reportou uma melhora de 21,3% no lucro líquido ajustado no comparativo anual, para R$ 1,1 bilhão. O número considera efeitos classificados como extraordinários, que afetaram as receitas de investimentos em participações societárias em ambos os períodos.

O melhor resultado foi atribuído a um aumento de 44,4% no resultado operacional da BB Corretora, decorrente tanto do forte desempenho comercial, potencializado pelo reconhecimento do bônus de performance em função da superação das metas de vendas dos seguros prestamista e vida do produtor rural, como da melhora de 3,0 pontos porcentuais na na margem operacional.

Telefônica Brasil

Outro destaque da manhã, a Telefônica Brasil, dona da marca Vivo, apresentou retração de 69,6% no lucro líquido do terceiro trimestre na comparação anual, para R$ 965 milhões. O dado é contábil, que leva em conta os efeitos da adoção do padrão contábil IFRS 16, sobre alocação de contratos de arrendamento nos números de 2019. O resultado pro forma, excluindo IFRS 16 e comparáveis com 2018, indica lucro líquido de R$ 1,046 bilhão, 67,1% menor do que no terceiro trimestre de 2018.

Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) recorrente, de R$ 3,995 bilhões, veio 2,8% acima do mesmo período de 2018. “O crescimento do Ebitda deveu-se à expansão da receita móvel e de ultra banda larga, além das medidas efetivas e duradouras de eficiência em custos adotadas”, diz a companhia no informe de resultados.

Notre Dame

O Hospital Intermédica Jacarepaguá, controlado indiretamente pela Notre Dame Intermédica, anunciou na noite de sexta-feira um acordo de intenção de compra do grupo Clinipam, por R$ 2,6 bilhões.

Segundo a empresa, R$ 2,250 bilhões serão pagos à vista, em dinheiro, na data de fechamento da operação; R$ 150 milhões serão destinados a constituição de uma conta escrow para contingências futuras; e R$ 200 milhões serão pagos mediante a emissão e entrega de 3.365.870 ações de emissão da companhia, equivalente a um preço de R$ 59,42 por ação.

Santander

O conselho de administração do Santander Brasil aprovou um novo programa de recompra de Units ou de American Depositary Receipts (ADRs), já que o atual vence amanhã, dia 05.

O novo programa prevê a compra de até 37.256.072 Units, que representam o mesmo número de ações ON e PN, e de ADRs, que correspondiam, em 30 de setembro, a 1% do capital social total do banco. O programa é válido por 12 meses, encerrando-se em 04 de novembro de 2020.

Telebras

A Telebras aprovou em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) a proposta de aumento de capital de R$ 1.512.721.997,90 com emissão de 10.184.492 ações ações ordinárias e 8.074.780 ações preferenciais, todas nominativas, na forma escritural e sem valor nominal.

O preço de emissão é de R$ 117,59 por ação ordinária e R$ 39,02 por ação preferencial, conforme Proposta da Administração. O prazo para o exercício de direito de preferência será de 30 dias corridos contados a partir de 4 de novembro.

FONTE: AE BROADCAST

Conteúdo Relacionado

Pronto para começar?

Abra sua conta

Ou deixe seus dados e entraremos em contato