Nova Futura Investimentos 09 de janeiro de 2020 6 minutos lendo
Voltar para o blog

Natura, Gafisa, Magazine Luiza e outras

09 de janeiro de 2020   -   6 minutos lendo

O alívio das tensões entre os EUA e o Irã abre espaço para ganhos nas principais bolsas ao redor do mundo, com os investidores voltando suas atenções para a concretização do acordo comercial de fase 1 entre Pequim e Washington. Nesta quinta-feira, o Ministério de Comércio da China informou que o vice-primeiro-ministro de seus país, Liu He, vai viajar para Washington na próxima semana para assinar o acordo. Atenção para as empresas ligadas a commodities, que são sensíveis ao assunto e podem ter um dia de recuperação das recentes perdas. Fique de olho também em Petrobras, Natura, Gafisa, Gerdau e Omega Geração.

Após tombo superior a 4% na sessão de ontem, o que acabou pesando nas ações de Petrobras, os preços do petróleo exibem avanço tímido nesta manhã. No entanto, o mercado deve digerir a proposta do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, que pretende apresentar até o início de março um instrumento que sirva para equalizar os preços dos combustíveis em momentos de alta na cotação do petróleo.

Entre as principais possibilidades está a criação de um fundo que seria abastecido com recursos de royalties e participações especiais oriundas de petróleo e gás. No Orçamento de 2020, a União prevê arrecadar R$ 68,2 bilhões em receitas advindas da exploração de recursos naturais. Esse fundo, no entanto, contaria com recursos extras, que extrapolem esse valor – calculado com base em um patamar médio de US$ 60 por barril, de acordo com relatórios do Ministério da Economia.

Para a analista de petróleo da Necton Investimentos, Sabrina Cassiano, a medida em si é indiferente para a Petrobras, “mas o papel da empresa pode ser beneficiado, pois o mais importante é que ela não interfere no preço do combustível de fato e mostra que o governo está buscando alternativas para minimizar o impacto em caso de um estresse. É uma proposta vista como proteção natural e que não muda as regras e nem interfere no balanço da petrolífera”, aponta.

“Pretendo apresentar esse instrumento ao presidente da República em até dois meses”, disse o ministro. Ele frisou que o governo Jair Bolsonaro não vai romper contratos, frustrar expectativas ou interferir nos preços e na economia. “Os mecanismos ainda estão sendo discutidos, evidentemente há uma série de sugestões e contribuições, e tudo será analisado tecnicamente.”

Entre as demais commodities, o contrato futuro do minério de ferro negociado na Bolsa de Dalian terminou em queda de 2,95%, a US$ 94,73 a tonelada.

Natura

A S&P Global Rating cortou a nota de crédito global da Natura Cosméticos de BB para BB-, e a nota de crédito em moeda local de brAAA para brAA-. Foram removidas as perspectivas negativas para ambas as notas. De acordo com a agência de classificação de risco, o rebaixamento de notas reflete a “maior alavancagem no nível consolidado, além dos riscos para melhorar as atualmente fracas operações da Avon”.

Gafisa

A Letter Consulting Gestão, Investimentos e Participações Ltda., protocolou na segunda-feira, 6, uma ação pedindo a falência da construtora Gafisa pelo não pagamento de um serviço que foi prestado pela consultoria. O processo corre na 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo e tem como valor de causa R$ 72.159,20.

Denis William, sócio-diretor da Letter Consulting, afirmou ao Broadcast que a empresa foi contratada em 2019 pela Gafisa para prestar serviços de revisão e redução de custos em processos fiscais e contábeis, mas que não recebeu os valores. “Foram várias trocas de e-mails, de informação, sem sucesso. Houve até uma promessa de pagamento, mas ela não foi honrada”, diz ele.

Magazine Luiza

O Magazine Luiza afirmou que a ação #OutletMagalu foi executada de acordo com os critérios preestabelecidos e que entregará ao Procon-SP os dados solicitados, que já teriam sido divulgados no Twitter da varejista. “O Magalu construiu sua reputação cumprindo as promessas que faz a seus clientes. Desta vez, não foi diferente”, afirma a empresa.

O Procon-SP solicitou ontem que a varejista informe a quantidade de cupons disponibilizados e comprove a utilização deles, com identificação do consumidor e do produto, após muitos clientes reclamarem, via redes sociais, que não conseguiram os descontos.

De acordo com o Magazine Luiza, foram oferecidos na última terça-feira 50 cupons de desconto no valor de R$ 1 mil cada para os clientes que finalizassem suas compras pelo aplicativo de forma mais rápida, limitado a um cupom por CPF. Após o rápido esgotamento dos descontos disponíveis, a varejista afirma que forneceu 500 cupons extras. “A empresa, portanto, em respeito a seus clientes, decidiu multiplicar a ação por 10, mantendo todas as condições e regras iniciais”, afirma.

A rede afirma que foram oferecidos e utilizados 567 cupons de desconto para todos os produtos vendidos e entregues pelo Magalu, adquiridos por usuários do aplicativo localizados em 280 cidades do País.

Gerdau

A Gerdau está trabalhando para ter, até o fim do ano que vem, o selo de empresa “B”, ou simplesmente uma “B-Corp”, como são conhecidas as companhias que consegue unir lucro com impacto social, segundo informou a Coluna do Broadcast. No Brasil, a Natura tem a certificação desde 2014. Outras empresas menores também, sendo que a fabricante de cosméticos é a única de capital aberto.

Sob o comando de Gustavo Werneck, a Gerdau iniciou os trâmites formais para obtenção desse título no ano passado e, ao longo de 2019, seguirá o plano de ação para sua obtenção. Nessa trajetória, a companhia irá, já em seu próximo relatório integrado, reportar seus indicadores de CO2 e abrir mais indicadores ambientais.

A certificação é dada pela B Lab, organização norte-americana sem fins lucrativos que reconhece empresas não só por lucrarem, mas por cumprirem metas sociais, ambientais e de transparência.

Omega Geração

A Omega Geração concluiu a aquisição da totalidade das ações de emissão da Delta 7 e da Delta 8 Energia, detentoras dos projetos de energia eólica Delta 7 e Delta 8, com capacidade instalada de 97,2 MW, e localizados no Complexo Delta Maranhão. O valor total das duas aquisições é de R$ 282,8 milhões, dos quais R$ 179,4 milhões pela Delta 7 e R$ 103,4 milhões pela Delta 8. Com isso, o Complexo Eólico Delta chega a 571 MW instalados, e a Omega Geração passa a ter 1.195 MW operacionais, número que considera a aquisição de Assuruá III, ainda sujeita a condições de aprovação.

Eletrobras

A Eletrobras iniciou o processo de transferência da gestão e operação do Hospital Nair Alves de Souza para a União, para o Estado da Bahia e para o Município de Paulo Afonso. A operação da unidade de saúde era de responsabilidade da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) desde a construção da Usina de Paulo Afonso, e a Chesf afirma ter gasto R$ 56 milhões com o hospital em 2019.

A transferência é resultado da ação civil pública nº 1000435-98.2019.4.01.3306. De acordo com comunicados da Eletrobras e da Chesf, a sentença condenou, solidariamente, o Poder Público a assumir parcial e progressivamente o hospital, em no mínimo 25% por trimestre, a partir de 1º de janeiro de 2020, reduzindo a responsabilidade da Chesf na unidade em igual proporção. A conclusão deve acontecer em 1º de janeiro de 2021.

FONTE: AE BROADCAST

Conteúdo Relacionado

Pronto para começar?

Abra sua conta