Nova Futura Investimentos 12 de fevereiro de 2020 5 minutos lendo
Voltar para o blog

Ainda vale a pena investir no Tesouro Direto?

12 de fevereiro de 2020   -   5 minutos lendo

Olá Investidor! Você já deve ter ouvido no jornal ou na internet que a Taxa Selic caiu para 4,25% ao ano. Afinal, quando você ouve isso, algumas dessas perguntas passam na sua cabeça? Descubra se ainda vale a pena investir no Tesouro Direto.

  • Mas o que é Selic?
  • Como essa redução impacta nos meus investimentos?
  • E a Poupança?
  • E o Tesouro Direto, ainda vale a pena?

Primeiramente vamos explicar como essa mudança vai impactar na sua vida e no seu bolso, então lei até o final para saber se vale a pena Investir no Tesouro Direto!

Mas o que é a Selic?

Essa é uma dúvida muito comum e é a primeira coisa que você tem que saber para entrar no mundo dos investimentos.

Dessa forma, imagine que alguém de sua família peça para você um dinheiro emprestado. Assim, quanto você cobraria de juros?

A princípio vamos imaginar que você vai abrir uma empresa, qual o mínimo de rendimento ela tem que te dar em um ano?

A resposta atualmente é: No mínimo 4,25% a.a.

Selic significa “Sistema Especial de Liquidação em Custódia”, um nome complicado, mas de uma forma bem simples essa taxa representa o custo do dinheiro.

Ou seja, quando você compra um título do Tesouro Direto Selic, está investindo na aplicação com menor risco do mercado e você receberá o rendimento proporcional a essa Taxa Básica de Juros.

Sendo assim, você não deveria aplicar em um investimento que rende menos que a Selic.

E a Poupança?

A poupança é o investimento queridinho dos Brasileiros, no entanto esse cenário mudou muito nos últimos anos.

Entretanto para entender por que isso ocorreu, precisamos voltar a alguns anos atrás.

Por exemplo, antigamente a Poupança obrigatoriamente rendia 0,5% + TR ao mês, o que gerava um rendimento aproximado de 6,5% ao ano.

Porém em 03 de maio de 2012 aconteceu uma mudança: Para as aplicações que foram feitas depois dessa data o rendimento da Caderneta será de 70% da Selic mais a TR, caso a Selic esteja em 8,50% ao ano ou menos.

Ou seja, caso a Selic permaneça 4,25% o rendimento projetado para um ano é de 2,89%.

Para traduzir em número, se você aplicar R$ 10.000 teria um rendimento de R$ 289,69 líquido no ano.

Dessa forma vale sempre lembrar que a poupança não tem cobrança de Imposto de Renda.

Achou pouco? Então continue lendo.

E investir no Tesouro Direto?

Temos alguns tipos diferentes de Títulos Públicos no Tesouro Direto, no entanto nesse texto vamos falar do Tesouro Selic.

Esse Título rende 100% da Taxa Básica de Juros menos o Imposto de Renda.

Desse modo, caso a Selic permaneça 4,25% o rendimento projetado para um ano é de 3,44% líquido, já descontado o imposto de renda proporcional ao período.

Por fim, para traduzir em número, se você aplicar R$ 10.000 teria um rendimento de R$ 343,92 líquido no ano.

Agora vamos olhar quanto a Selic variou nos últimos anos:

Investir no Tesouro Direto

Veja quem em 2016 a Selic chegou a atingir 14,25% no ano!

Primeiramente esse foi um momento em que muitos brasileiros migraram para o Tesouro Direto.

Mas vale lembrar que nesse período a inflação 10,71%.

Veja esse exemplo: (14,25% de Rendimento) – (10,71% de Inflação) = 3,49% de Ganho Real.

Agora vamos para o Cenário atual: (4,25% a Selic) – (3,25% de Projeção de Inflação) = 1% de Ganho Real.

Ou seja, o fato é que o investimento em Renda Fixa pós fixado não valoriza o mesmo do que nos últimos anos. Entretanto, renda fixa em IPCA vem se beneficiando da queda de juros e chegou a ter rentabilidade de 46,44% em 12 meses, no Tesouro IPCA+ com vencimento para 2045, e de 1,38% no acumulado do ano. Além de ainda ser necessário para montar sua reserva de emergência e compor sua carteira a longo prazo.

Em um cenário de juros baixos, o investidor pode diversificar sua carteira com ativos que tenho maior retorno, como ativos pré-fixados e indexados pelo IPCA com um prazo mais longo, como CDB, LC, LCI e LCA, além das debêntures. Entretanto, o investidor precisa estar atendo ao risco de cada ativo e se está adequado ao seu perfil.

E a Bolsa?

A Taxa de Juros é muito importante para Bolsa de Valores, um empresário pode decidir colocar dinheiro em novos projetos em sua Instituição ou deixar aplicado, dependendo da Taxa de Juros.

Porém a queda dessa taxa faz as ações valorizarem porque diminui as suas dívidas.

É verdade! Esqueci de contar isso para vocês.

Da mesma forma que a redução da Taxa de Juros diminui o valor pago nos rendimentos dos investimentos, também diminui os juros cobrados em empréstimos bancários ou ate mesmo caso a empresa queira pegar dinheiro no mercado através de debêntures.

Sendo assim, uma redução da Selic automaticamente reduz o endividamento das empresas e seu valor na Bolsa de Valores tende a subir.

Claro que esse não é o único motivo que faz com que uma ação valorize ou desvalorize. Mas serve como exemplo para perceber a importância dessa taxa.

Conclusão: Ainda vale a pena investir no Tesouro Direto?

Mesmo com a redução da Taxa Selic, ainda sim é importante investir na Renda Fixa, pois é o investimento que você deixará caso precise do dinheiro em curto prazo. Algo não aconselhado em Bolsa de Valores, pois você pode ter que vender as ações em um momento de baixa. No entanto, até mesmo com juros baixos o investidor de renda fixa pode diversificar sua carteira com ativos com maior rentabilidade.

Também é importante pois é um investimento conservador e com um risco muito baixo de perder seu capital.

E principalmente porque a Selic pode voltar a subir dependendo das condições do mercado nacional e mundial.

Espero que esse texto tenha ajudado, não deixe de abrir sua conta e começar seus investimentos.

A Nova Futura Tem Taxa Zero para investimento no Tesouro Direto, CDBs, LCIs, LCA e Letras de Câmbio. Abra sua conta, é grátis!

Bons Investimentos!

Conteúdo Relacionado

Pronto para começar?

Abra sua conta