Nova Futura Investimentos 20 de maio de 2020 3 minutos lendo
Voltar para o blog

Fundos Multimercados: um aliado flexível em momentos de crise

20 de maio de 2020   -   3 minutos lendo

Primeiramente, sabemos que crise e momentos caóticos geram muitas incertezas, angústias e sensações indesejadas em qualquer investidor.

Então, para solucionar esse desconforto, a busca incessante por alternativas e diversas soluções é comum, e incluem desde colocar todo o dinheiro na poupança até sair comprando todas as oportunidades na bolsa… afinal, todos dizem “Tá barato”.

Se você é um investidor ou conhece alguém que já fez isso não se preocupe, você não está sozinho! Contudo, são poucos que sabem que há produtos financeiros que podem ser mais eficazes em determinadas situações, como a atual. Sendo assim, entre os diversos produtos, apresentamos-lhe os Fundos Multimercados.

Fundos Multimercados

Essa classe de fundos tem liberdade para investir em diferentes ativos, entre papéis de renda fixa, ações de empresas, moedas (como dólar), derivativos e investimento no exterior. Por isso, podem se adaptar aos dois tipos cenários: Bull Market (tendência de alta) e Bear Market (tendência de baixa).

Mas afinal, o que faz com que esse tipo de investimento seja uma boa alternativa?

A primeira e mais famosa dica no mundo dos investimentos é: “Nunca coloque os ovos na mesma cesta”. Pensando nisso, os fundos multimercados adotam uma estratégia em separar seus investimentos em diferentes “books”, ou seja, em diferentes cestas. Estas cestas podem ser maiores ou menores em determinadas situações. E é aí que o “multimercado” se torna atraente.

Em situações como a pré Coronavírus, onde o mercado como um todo estava otimista, os books de equities doméstico (ações brasileiras) ocupava uma parcela significativa na carteira dos fundos multimercados. Atualmente, devido a flexibilidade destes fundos, houve um grande crescimento nas cestas de moedas, principalmente em posições como compradas em dólar e vendidas em real. Em conjunto com esse aumento, caminharam na mesma direção a cesta de renda fixa e índices no exterior como por exemplo S&P 500.

Agora que você entendeu como são as estratégias, fica mais fácil falar sobre a volatilidade desse investimento.

Volatilidade

Para poder atingir o objetivo de entregar rentabilidade acima do benchmark (índice de referência), e poder ser adaptável a todos os cenários. Os fundos multimercados podem apresentar uma volatilidade que varia na média de 2% a 20% ao ano, o que significa que seu investimento pode ter de pequenas à grandes oscilações.

Por isso, outra regra de ouro válida para o investidor é: conheça seu perfil de investidor e quão seguro ficará se seus investimentos no curto prazo variarem até 20% (faça esse exercício imaginando que esses 20% seja para baixo). Assim, é possível identificar se os fundos multimercados podem ser um aliado flexível em momentos atuais.

O próximo passo após conhecer o seu perfil é escolher um fundo que se adéqua aos seus objetivos. Para isso, a Nova Futura oferece mais de 350 fundos de investimentos e seleciona semanalmente diversos para te explicar um pouco sobre a estratégia e característica de cada fundo e gestora.

Ainda não está escrito em nossa Seleção?

Clique no link e receba a análise completa sobre os Fundos de Investimentos selecionados pela nossa equipe de especialista

Acompanhe também a live sobre multimercados, que ocorrerá na próxima quinta-feira (21), no canal da Nova Futura! Basta clicar aqui.

Conteúdo Relacionado

Pronto para começar?

Abra sua conta