Nova Futura Investimentos 26 de fevereiro de 2021 2 minutos lendo
Voltar para o blog

Mercados globais continuam receosos com aumento dos preços

26 de fevereiro de 2021   -   2 minutos lendo

Os principais índices da Europa caíram devido ao movimento de alta dos yelds. O receio em relação à elevação dos preços fez os agentes temerem um movimento de inflacionário como pode ser evidenciado pela curva dos títulos soberanos. Londres, recuou 0,11%. Frankfurt, caiu 0,69%. Paris, perdeu 0,24%. Milão teve desvalorização de 0,15%. Na península ibérica, Madri e Lisboa tiveram que alta de 0,58% e 1,12% respectivamente.

Nos Estados Unidos, os investidores também temeram a possibilidade de aumento da inflação por conta do ciclo das commodities. Tais temores foram confirmados, em certa medida, pelo PCE (índice preços de gastos com consumo) com números acimado esperado. O Dow Jones teve queda de 1,75%, o S&P 500 perde 2,45% e o Nasdaq teve retração de 3,25%.

No Brasil, o Ibovespa fechou em queda de2,95%, em 112.256,36 pontos, acompanhando o mau humor externo. Adicionalmente, a ingerência política continuou a influenciar o mercado, principalmente após   

Os mercados na Ásia acompanhando os movimentos dos principais mercados do ocidente. Tóquio, tombou 3,99%. Hong Kong e Taiwan tiveram desvalorização de 3,64% e 3,03% respectivamente. Seul, perdeu 2,80%. Na China continental, Xangai e Shenzhen cederam 2,12% e 1,97%, respectivamente.

Acontecimentos de hoje (26)

No exterior os mercados europeus abrem em queda e os futuros em Nova York, tiveram abertura mista em meio aos receios referentes à alta nos juros.

No Brasil, os dados fiscais tiveram números melhores que o esperado. A expectativa para a dívida líquida/PIB era de 63% e foi de 61,6% em janeiro. O Balanço Orçamentário chegou a R$ 17,9 bilhões, quando era esperado um déficit de 19,121 bilhões de reais. O superávit orçamentário foi de 46,400 bilhões, contra as projeções de 50,000 bilhões. O desemprego. Foi de 13,9%, contra 14,1% na observação anterior.

No ambiente político, também serão levados em consideração os desdobramentos da percepção dos agentes quanto a interferência do governo em companhias estatais, o auxílio emergencial e votação para a PEC orçamentária e o avanço da COVID-19 em alguns estados e cidades do país. O Bacen fará oferta de até 16.000 contratos de swap para rolagem a partir da 11:30.

Internacional

Nos Estados Unidos, será divulgado o PMI de Chicago para fevereiro tem expectativa de 61,1 pontos contra 63,8 em janeiro. Como dados antecedentes, os indicadores regionais de Michigan evidenciarão a percepção dos consumidores. A Confiança do Consumidor tem perspectiva de piora, saindo de 74 pontos 69,8. A percepção do Consumidor pode sair de 79 para 76,5 caso as projeções dos agentes se concretizem.

Autor: Matheus Jaconeli

Conteúdo Relacionado

Pronto para começar?

Abra sua conta