Nova Futura Investimentos 03 de março de 2021 3 minutos lendo
Voltar para o blog

PEC fiscal e possibilidade de lockodwn ficam no radar em dia de PIB

03 de março de 2021   -   3 minutos lendo

Os mercados, europeus fecharam sem direção única. Os investidores continuaram monitorando a aprovação do pacote de estímulos nos Estados e o avanço das vacinas. A alta nos juros das treasuries continuou a ser um limitador dos ganhos. Milão perdeu 0,78%, Madri recuou 0,27% e Lisboa teve queda de 0,41%. Londres e Frankfurt tiveram ganhos de 0,38% e 0,19% respectivamente e Paris teve elevação de 0,29%.

Em Nova York, as pressões das treasuries e a queda das companhias de tecnologia que tiveram forte impacto nas bolsas. Ainda havia a expectativa relacionada ao pacote de estímulos e a aprovação da vacina da Johnson & Johnson. O Dow Jones teve queda de 0,46%, o S&P 500 perdeu 0,81% e o Nasdaq teve retração de 1,69%.

No Brasil, o principal índice da B3 operou com bastante volatilidade. O dia começou negativo por conta do risco fiscal e aumento da CSLL (Contribuição Social do Lucro Líquido). No entanto, os agentes consideraram os temores exagerados e o líder da câmara se mostrou favorável para tramitação da PEC emergencial. O Ibovespa teve alta de 1,09% em 111.539,80 pontos. No entanto, o dólar teve elevação de 1,17% por conta dos riscos internos, principalmente em relação ao avanço da COVID-19, chegando a R$ 5,67.

Os mercados na Ásia fecharam majoritariamente em alta. O recuo nos rendimentos da treasuries diminuiu as tenções referentes à alta nos juros. O Nikkei ganhou 0,51%. Seul teve alta de 1,29%. Hong Kong avançou 2,70% e Taiwan ganhou 1,66%. Na China continental, Xangai e Shenzhen avançaram 1,95% e 1,30% respectivamente.

Para hoje (03/03):

No exterior, os mercados abrem em alta, com as expectativas de estímulos da economia americana e avanço no processo de vacinação, mas ainda há receios referentes às pressões inflacionárias.

No Brasil, é dia de PIB. O PIB trimestral teve alta de 3,2% contra expectativa de 2,8%. No ano, houve queda de 4,1%, dentro das expectativas. Apesar de no trimestre, o dado ser positivo, as perspectivas para o primeiro trimestre de 2021 ainda é negativa.

No radar dos investidores, segue a votação da PEC emergencial e a possibilidade de ampliamento das restrições fiscais, inclusive em São Paulo.

O BC fará oferta de até 16.000 contratos de swap para rolagem a partir das 11:30.

Tesouro fará leilão de rolagem antecipada de LTN.

Internacional:

Na Europa, os números do PMI composto e do setor de serviços de fevereiro. Na Zona do Euro, os números ficaram acima do esperado e superaram o mês de janeiro chegando a 48,8 pontos no indicador composto e para serviços, elevação de 45,7. Para o Reino Unido, os indicadores ficaram próximo do esperado, chegou a 49,6 pontos para o indicador composto e 49,5 para os serviços.

Nos Estados Unidos, o destaque será para os indicadores do PMI Composto e de serviços, com expectativa de 58,8 e 58,9 pontos respectivamente. A Variação dos empregos privados em fevereiro tem perspectiva de alta de 177 mil de vagas criadas contra 174 mil em janeiro. Além da IHS Markit, há a divulgação do PMI pela ISM Inc para o setor não-manufaturado, a expectativa é que ele se mantenha em 58,7 pontos. Os estoques de petróleo bruto serão divulgados pela EIA, com projeção de perda de 928 mil barris a menos produzidos. Sobre a política monetária, será divulgado o Livro Beje.

Conteúdo Relacionado

Pronto para começar?

Abra sua conta