Nova Futura Investimentos 05 de abril de 2021 2 minutos lendo
Voltar para o blog

Mercados abrem em alta em meio ao feriado na Europa e China

05 de abril de 2021   -   2 minutos lendo

Na Europa, as bolsas fecharam majoritariamente em alta. Os ganhos se deveram ao pacote de estímulos nos Estados Unidos e os números do PMI tiveram desempenho melhor que o esperado. A única perda foi na Espanha, com o Ibex 35 registrando queda marginal de 0,03% e em Lisboa houve alta de 0,97%. Londres ganhou 0,35%. Frankfurt subiu 0,66%. Paris, teve valorização de 0,59% e Milão avançou 0,25%.

No Brasil, o Ibovespa teve queda de 1,17% em 115.264,26 pontos. Os investidores evitaram ficar posicionados em ativos brasileiros na véspera do feriado, aproveitando para realizar ganhos. O avanço da COVID-19 e os números da indústria aquém do esperado, também contribuíram para a cautela dos investidores.

Em Wall Street, os mercados fecharam em alta. Os números de atividade econômica observados pelo PMI da IHS Markit e da ISM Inc. evidenciaram melhora da indústria americana, a despeito do desempenho pior do mercado de trabalho, com os pedidos de seguro-desemprego chegando a 719 mil, ante expectativa de 680 mil pedidos. O bom-humor dos investidores também foi sustentado pelo petróleo e pelas expectativas em torno de mais um estímulo à economia. O Dow Jones teve alta de 0,47%. O S&P 500 subiu 0,91% e o Nasdaq teve elevação de 1,76%.

Devido ao feriado, dentre as principais bolsas da Ásia, apenas Tóquio e Seul operaram com alta de 0,79% e 0,26% respectivamente, seguindo a alta de Nova York que ocorreu na quinta-feira (01).

Para hoje (05/04)

Os mercados futuros em Nova York abrem em alta com olho em dados importantes que podem evidenciar retomada da economia.

No Brasil, os futuros do Ibovespa abrem em alta, seguindo Nova York. Ao longo do dia o mercado continuará de olho nas questões relacionadas ao orçamento, avanço da COVID-19 e vacinação.

Internacional

Como ocorre toda quinta-feira nos Estados Unidos, serão publicados os números do demais indicadores do PMI, no caso serviços e composto, pela IHS Markit. A ISM Inc. divulgará o PMI do setor não manufatureiro, completando todos os indicadores de pedidos dos gerentes de compra. Outro dado importante é a encomenda à indústria, a expectativa é de queda de 0,5% ante avanço de 2,6%.

Autor: Matheus Jaconeli

Conteúdo Relacionado

Pronto para começar?

Abra sua conta