Nova Futura Investimentos 03 de maio de 2021 3 minutos lendo
Voltar para o blog

Dia de dados definitivos do PMI e continuação da divulgação de balanços

03 de maio de 2021   -   3 minutos lendo

As bolsas europeias fecharam majoritariamente em queda na sexta-feira (30). Os dados do PIB do primeiro trimestre de 2021 evidenciaram uma recessão técnica em boa parte dos países do continente devido ao impacto do avanço da COVID-19 e as medidas de restrição para contê-la no início do ano afetando o humor dos investidores que aproveitaram para realizar os lucros do mês. Londres foi na contramão com alta de 0,45%. Frankfurt cedeu 0,12%. Paris recuou 0,53%. Milão cedeu 0,56%. Lisboa e Madri tiveram perda de 0,64% e 0,09% respectivamente.  

Em Wall Street os mercados também realizaram seus lucros sendo influenciados pela queda de grandes companhias do setor de companhia, energia e materiais básicos. O Dow Jones teve perdas de 0,54%, O S&P 500 e o Nasdaq recuaram 0,72% e 0,85% respectivamente.

No Brasil, o principal índice da B3 teve queda de 0,98% a 118.893,84 pontos, com influência da queda do minério de ferro na China, PMI aquém do esperado do país e seguindo a realização nos mercados globais.

Devido ao feriado na China e no Japão reduzindo o fluxo de capitais e fazendo os mercados operarem com cautela seguindo as quedas do ocidente na sexta-feira (30). Hong Kong e Taiwan perderam 1,28% e 1,96% respectivamente. Na Coreia do Sul, o Kospi fechou com retração 0,66%.

Para hoje (03/05)

Os mercados globais abrem o mês majoritariamente em alta aguardando o PMI dos Estados Unidos e aumento da vacinação na Europa.

No Brasil, os futuros também abrem o dia em alta a espera do PMI e seguindo os mercados do norte do globo.

O IPC-Fipe de abril após ter alta de 0,71% em março teve avanço menor, alcançando 0,44%.

O Banco Central divulgou o Relatório Focus com perspectiva de elevação de 5,04% da inflação para o ano, PIB com alta de 3,14% e Dívida líquida do setor público chegando a 65% do PIB. A autoridade monetária ofertará 15.000 contratos de swap a partir das 11:30.

Serão divulgados os números do PIM industrial e da Balança Comercial com o mercado esperando superávit de US$ 11,4 bilhões.

Os agentes também ficarão atentes à CPI da COVID-19, processo de vacinação, anúncios do congresso referentes às reformas, leilões da infraestrutura e saneamento.

Na agenda de balanços: Porto Seguro, Itaú Unibanco, JSL, Localiza, Marcopolo, PetroRio, Tegma e Alpargatas.

Internacional

Na Europa, começou a divulgação definitiva do PMI industrial do mês de abril. Segundo à consultoria britânica IHS Markit, o índice na Alemanha foi 66,2 pontos ante projeção de 66,4 pontos, no país as vendas no varejo foram positivas em março, registrando crescimento 7,7% ao mês e 11% ao ano. Na Zona do Euro, PMI o indicador foi de 62,9 ante expectativa de 63,3 pontos.

Nos Estados Unidos, também será publicado o PMI industrial de abriu com perspectiva de crescimento próximo da prévia do indicador quando chegou a 60,6 pontos. O PMI industrial da ISM Inc. também possui projeção positiva podendo chegar a 65 pontos. Os Gastos com a construção de março podem subir 1,9% ante queda de 0,8% em fevereiro. O mercado também ficará atento ao discurso de membros do FOMC Williams e Powell.  

Auto: Matheus Jaconeli                                              

Conteúdo Relacionado

Pronto para começar?

Abra sua conta