A semana será agitada no mundo corporativo, quando é esperada a retomada da temporada de balanços, desta vez, referente ao primeiro trimestre de 2018. Usiminas, Engie e Weg divulgam seus resultados. Outro destaque fica por conta da segunda prévia da carteira teórica do Ibovespa que valerá para o período entre maio e agosto. Atenção ainda para Eletrobras, BRF e Banrisul.

Atenção para a oscilação do petróleo nesta semana pós-ataque à Síria, o que pode afetar Petrobras. Apesar da ofensiva realizada por Estados Unidos, França e Reino Unido contra o regime sírio de Bashar Al-Assad, os preços do petróleo operaram em baixa nesta segunda-feira, em um movimento de realização de lucros. Na última semana, os contratos futuros do óleo apresentaram forte avanço, e atingiram o maior nível em mais de três anos.

O pico da commodity neste ano, no entanto, ainda não foi atingido, de acordo com analistas. Para eles, apesar de negociados no maior nível em mais de três anos, os preços do petróleo podem ultrapassar a marca psicologicamente importante de US$ 80 por barril antes do fim do ano.

Balanços

A temporada de balanços do primeiro trimestre será aberta nesta semana com a divulgação do balanço da Weg na quarta-feira, seguida por Engie na quinta e Usiminas na sexta-feira, este sendo o primeiro após as controladoras Nippon Steel & Sumitomo Metal Corporation e Ternium terem assinado novo acordo de acionistas. Entre os retardatários, destaque para JHSF, que divulga na segunda, após dois adiamentos, seu balanço do quarto trimestre de 2017.

As expectativas para as siderúrgicas são boas. Segundo dados do Instituto Aço Brasil (IABr), o consumo aparente nacional de produtos siderúrgicos foi de 3,2 milhões de toneladas no primeiro bimestre de 2018, crescimento de 12,6%. No bimestre, as importações recuaram 1,4%, enquanto as exportações cederam 2,4%. Segundo analistas, os números reafirmam que as condições de demanda continuam melhorando, as exportações estão sendo substituídas por mais vendas domésticas e as importações estão diminuindo.

Ainda no setor, o presidente Michel Temer confirmou na sexta-feira que o Brasil recebeu a proposta para inclusão do País no sistema de cotas para a entrada do aço brasileiro nos Estados Unidos. No sábado, em evento em Lima, Peru, o presidente brasileiro também falou sobre a reunião que teve com nove deputados norte-americanos. O grupo formado por políticos democratas e republicanos se comprometeu a ajudar o Brasil a encontrar a melhor saída para o aço exportado brasileiro.

Ibovespa

Expectativas também recaem sobre a divulgação da segunda prévia para a carteira teórica do Ibovespa que valerá para o período entre maio e agosto de 2018. Na primeira prévia, foram incluídas as ações da B2W, com participação de 0,307%, e da Gol, com peso de 0,205%. A primeira versão da carteira também trouxe a exclusão das ações da Marfrig.

A estimativa inicial do Itaú BBA era de que além de B2W e Gol, as ações da BR Distribuidora (BRDT3) e Carrefour (CRFB3) e CVC Brasil (CVCB3) também sejam incluídas na revisão da carteira. O Credit Suisse também apontou a entrada de B2W ON, Carrefour ON, Gol PN e CVC. O banco não esperava saídas do índice.

BRF

Investidores continuam atentos à BRF, diante dos últimos desdobramentos na disputa interna pela eleição de um novo Conselho de Administração. A BRF adotou voto múltiplo para a assembleia do dia 26/04, que terá entre outros temas a eleição do conselho de administração. Até então, havia duas chapas para o pleito, uma lista composta por nomes indicados pelos fundos de pensão Previ (Bando do Brasil) e Petros (Petrobras) e outra apresentada pelo atual colegiado, que é presidido pelo empresário Abílio Diniz.

Porém, quatro executivos manifestaram recusa em participar dessa chapa alternativa e, por outro lado, o acionista Aberdeen, um fundo de investimento internacional, fez pedido para voto múltiplo após ter atingido participação acionária relevante, de mais de 5% das ações com direito a voto.

Assim, a BRF informou na sexta-feira à noite que alterou o boletim de voto a distância para incluir voto múltiplo e retirar o nome do candidato José Aurélio Drummond Jr., que apresentou formalmente recusa. A companhia também recebeu indicação de novos candidatos ao conselho de administração: Luiza Helena Trajano, do Magazine Luiza, e o consultor de empresas Vicente Falconi. Eles foram indicados pelo acionista Luiz Fernando Furlan.

Energia

Eletrobras devem continuar exibindo volatilidade na Bolsa a indefinição sobre a privatização da empresa. Prioridade do governo do presidente Temer, a privatização da Eletrobras enfrenta muita resistência no Congresso, mesmo entre parlamentares da base aliada. Embora quase nenhum político se declare contra a desestatização da estatal, vários apresentam restrições ao projeto, principalmente relacionadas às empresas de suas regiões.

Ainda no setor, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou na sexta-feira, sem restrições, o ato de concentração em que apreciou a aquisição do controle da Eletropaulo Metropolitana pela Energisa no âmbito da oferta voluntária de aquisição de ações feita pela Energisa no início deste mês.

A decisão ainda está sujeita a recurso pelo prazo de 15 dias da data de sua publicação no Diário Oficial da União. Se não acontecer isso, a decisão se tornará definitiva.

Sobre Eletropaulo destaque ainda para decisão favorável na Justiça, mantendo desse modo liminar que suspende, até decisão de mérito, a determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de devolução aos consumidores de R$ 769,6 milhões (valor atualizado em 31 de dezembro de 2017).

Banrisul

Outro destaque fica por conta do Banrisul, que comunicou na sexta-feira (13) que o Estado, seu controlador, alienou em 10 de abril 26.000.000 de ações de emissão do Banrisul ao preço de R$ 18,65 por ação. Com a venda, a participação do Estado do Rio Grande do Sul no capital social total do banco passou de 56,97% para 50,62%, sendo 204.199.858 ações ordinárias, 751.479 ações preferenciais classe A, e 2.056.962 ações preferenciais classe B, o que corresponde aos percentuais de 99,58%, 48,72%, e 1,02%, respectivamente.

“O controle do Banrisul pelo Estado do Rio Grande do Sul permanece inalterado”, informou a instituição. A venda ocorre pouco tempo após o Estado ter desistido de realizar uma oferta pública de ações.

Santos Brasil

O colegiado da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) negou recurso da Santos Brasil Participações para alterar o prazo de depreciação e amortização da concessão pública do Tecon-1, terminal de contêineres do Porto de Santos. A Santos Brasil terá que republicar as demonstrações financeiras relativas ao exercício encerrado em dezembro de 2016 e o formulário ITR do primeiro, segundo e terceiro trimestres de 2017.

A concessão terá que ser registrada no ativo intangível e o valor presente das parcelas vincendas até o fim do prazo contratual terá que constar do passivo exigível.

Fonte do noticiário corporativo: Agência Estado News

(Visited 47 times, 1 visits today)