Nova Futura Investimentos 07 de outubro de 2021 4 minutos lendo
Voltar para o blog

Fundos de Investimento: o que são e como investir?

07 de outubro de 2021   -   4 minutos lendo

Se você está iniciando no mercado financeiro muito provavelmente você já deve ter ouvido falar sobre os Fundos de Investimento e que eles são considerados uma das modalidades mais práticas e seguras de investir o seu dinheiro. Entretanto, para escolher os melhores fundos é importante conhecê-los e identificar quais são os mais indicados de acordo com o seu perfil e objetivo.

O que são Fundos de Investimento?

Se trata de uma modalidade coletiva de aplicação que reúne recursos de um conjunto de investidores, os chamados cotistas. Com isso, ao investir em Fundos de Investimento, o dinheiro aplicado pelo cotista é convertido em cotas, as quais representam frações desse patrimônio. Assim, quanto maior for o valor investido, mais cotas você terá.

Nesse fundo há um gestor que decide em quais ações aplicar esses recursos, de acordo com a regra de cada um e diversificando entre renda fixa e renda variável. Vale lembrar que algumas taxas são cobradas ao se investir em um fundo, como a administrativa e a de performance. Por isso, é preciso estar atento ao escolher uma carteira para investir, pois os valores cobrados irão impactar diretamente sobre o retorno financeiro aplicado. 

Na taxa administrativa, a remuneração abrange os serviços de administração e gestão, incidindo sobre o patrimônio mantido pelo investidor. Essa taxa pode variar entre 0,5% e 2% ao ano. Já a taxa de performance, é uma remuneração baseada no resultado, ou seja, representa um bônus cobrado pelo administrador por ter conseguido entregar ao investidor uma rentabilidade superior ao combinado.

Quais as vantagens dos Fundos de Investimento?

A vantagem de estar investindo em Fundos de Investimento é ter seus recursos administrados por um gestor profissional. Assim, o investidor não precisa se preocupar com a tomada de decisão sobre ativos. Por conta disso, os riscos de ocorrerem erros por falta de experiência ou conhecimento é mínimo.

É um investimento indicado, principalmente, para investidores iniciantes e permite ainda que você invista em diversas modalidades por um valor menor, caso o fizesse individualmente.

Tipos de Fundos de Investimento

Existem vários tipos de fundos. Eles são classificados de acordo com o tipo de estratégia predominante na sua carteira. Então, antes de aplicar seus recursos, o investidor deve conhecer e verificar qual é o mais atrativo de acordo com os seus objetivos. Conheça-os:

Fundos de Ações

Nos fundos de ações é necessário ter pelo menos 67% da carteira investida no mercado de ações. São ideais para investidores com objetivos de investimento de longo prazo, já que há uma elevada exposição a riscos de variações do preços das ações.

Fundos Cambiais

Os fundos cambiais podem ser uma opção para investidores que buscam proteção contra variações cambiais ou que estejam programando uma viagem ao exterior. Sua composição mínima é de 80% do seu patrimônio investido em ativos que sejam relacionados, direta ou indiretamente (via derivativos), a moeda estrangeira.

Fundos de Renda Fixa

Não há dúvidas que renda fixa é a porta de entrada para você começar a investir, além de ser a mais fácil. Nela, o investidor tem 80% de seus recursos aplicados em ativos de renda fixa, como Tesouro Direto, CDB, LCI, LCA, e pode utilizar derivativos tanto para alavancagem, quanto para proteção da carteira. É ideal para investidores conservadores que buscam ganhos atrelados à variação da taxa de juros.

Fundos Multimercado

Como o próprio nome sugere, em fundos multimercado cabem aplicações de renda fixa, câmbio e ações. Ou seja, o grande diferencial é que esse tipo de carteira tem permissão para investir tanto em renda fixa quanto variável, tudo dentro de um único fundo.

Fundos Imobiliários

O Fundo de Investimento Imobiliário (FII) é uma alternativa para facilitar toda aquela parte burocrática de investir em imóveis. O fundo reúne investidores interessados em aplicar em empreendimentos imobiliários sem ter de, necessariamente, comprar um imóvel. Vale lembrar que o rendimento distribuído por essas carteiras é isento de Imposto de Renda.

Entenda mais sobre Fundos de Investimento em “Gestores em Ação”

Agora que você entendeu mais sobre Fundos de Investimento, assista o
Gestores em Ação, quadro do canal da Nova Futura em todo episódio um gestor participa de um bate-papo agradável sobre determinado fundo de investimento, além de responder algumas perguntas e contar um pouquinho mais de como funciona o seu trabalho.

https://www.youtube.com/playlist?list=PLKNgV518p-i2FpnIx17WAkJgeqZ6k_DyN

Conteúdo Relacionado

Pronto para começar?

Abra sua conta