Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um programa de venda de títulos públicos, via interntradet, para pessoas físicas, criado pelo Tesouro Nacional. Trata-se de um investimento de Renda Fixa Pública para quem busca tranquilidade e segurança.

Vantagens

  • Título soberano 100% garantido pelo Tesouro Nacional;
  • Você começa a investir a partir de R$ 30,00.
  • Trata-se de uma ótima oportunidade para sair da poupança.

Há dois tipos de títulos públicos disponíveis à negociação: os pré-fixados e os pós-fixados.

Pré-fixados
Os títulos pré-fixados têm a rentabilidade definida no momento da compra. São eles: as LTNs (Letras do Tesouro Nacional) e as NTN-Fs (Notas do Tesouro Nacional – Série F). Desta forma, ao investir em um deles, você saberá no momento da compra, exatamente quanto receberá no futuro se permanecer com o título até o vencimento. Além disso, ao aplicar nas LTNs, os rendimentos são recebidos pelo investidor no dia do vencimento do título. Já as NTN-Fs remuneram o investidor a cada seis meses.

Pós-fixados
Os títulos pós-fixados são aqueles em que a rentabilidade não é definida no momento da compra. São as LFTs (Letras Financeiras do Tesouro), as NTN-Bs (Notas do Tesouro Nacional – Série B) e as NTN-Bs Principal (Notas do Tesouro Nacional – Série B). Que está vinculada à variação do IPCA ou à taxa de juros básica da economia (Selic). As LFTs são atreladas à taxa Selic, enquanto as NTN-s da Série B e da Série B Principal são atreladas ao IPCA.

Renda Fixa

Investir em Renda Fixa é o mesmo que emprestar dinheiro para alguém, só que nesse caso, você estará emprestando dinheiro para o emissor, que pode ser um banco, uma empresa ou o próprio governo (renda fixa pública).

Em contrapartida você (investidor), recebe uma remuneração por emprestar esse dinheiro, os juros. Existem títulos com diversos prazos e opções de remuneração, com taxas pré-fixadas ou pós-fixadas (estas indexadas a índices como a inflação).

A maioria dos títulos conta com a cobertura do FGC – saiba mais:

Vídeo como investir em renda fixa através da Nova Futura:

O CDB (Certificado de Depósito Bancário) é um título privado. Nele, o investidor empresta dinheiro ao banco, e em troca, após o prazo do vencimento, recebe o valor que investiu, mais o rendimento.

CDB’s podem ser adquiridos em corretoras e bancos.

Os valores mínimos de aplicação costumam partir de 500 reais.

Resgate somente no vencimento da aplicação.

Conta com a cobertura do FGC e você paga imposto de renda (IR) sobre o lucro conforme o prazo da aplicação, pela tabela regressiva*.

Vantagens

  • Remuneração baseada em diferentes indicadores de mercado;
  • Cobertura do Fundo Garantidor de Crédito;
  • Não há taxa de administração, nem de performance;
  • Diversas opções: CDBs de curto, médio e longo prazo, com liquidez diária e também CDB Mensal (com saque de rendimento mensal).

A LCI (Letra de Crédito Imobiliário) é um título emitido por instituições financeiras, com objetivo de financiar o setor imobiliário.

Vantagens

  • Isenção de imposto de renda para a pessoa física;
  • Cobertura do Fundo Garantidor de Crédito;
  • Não há taxa de administração nem de performance.

A LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) é um título emitido por instituições financeiras, com objetivo de financiar o setor agrícola.

Vantagens

  • Isenção de imposto de renda para a pessoa física;
  • Cobertura do Fundo Garantidor de Crédito;
  • Não há taxa de administração nem de performance.

A LC (Letra de Câmbio), apesar de não possuir relação com o investimento em moedas, é utilizada por instituições financeiras como forma de captação de recursos para empréstimo à pessoa física ou jurídica, que firmou algum contrato de financiamento.

Vantagens

  • Cobertura do Fundo Garantidor de Crédito;
  • Não há taxa de administração nem de performance;
  • Opções com liquidez diária.

 

Não difere de outros investimentos em renda fixa, como CDB, LCA, LCI e LC, a não ser na questão de quem você irá emprestar seu dinheiro, no caso da debênture, o emissor é uma empresa, que pode ou não ter capital aberto, porém não será uma instituição financeira.

As modalidades das debêntures podem ser: pré, pós e IPCA. Para adquiri-las, você precisa ter conta em corretora de valores.

Vantagens

  • Recebimento de juros periódicos;
  • Resgate do valor principal investido no vencimento ou mediante amortizações;
  • Debentures incentivadas são isentas de IR.
  • Possibilidade de investir no desempenho de uma companhia

COE: Certificado de Operações Estruturadas é um formato de investimento inovador e flexível, pode mesclar elementos de Renda Fixa e Renda Variável.

Vantagens

  • Possibilidade de lucrar em cenários desfavoráveis;
  • Maior diversificação em um único investimento;
  • Imposto Único.

Os certificados de operações estruturadas não têm proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Invista em COE através da Nova Futura:

CRI e CRA: CRI (Certificado de Recebíveis Imobiliários) e CRA (Certificado de Recebíveis Agrícolas) são títulos de renda fixa lastreados em créditos imobiliários (I) ou agrícolas (A) e emitidos exclusivamente por companhias securitizadoras. Podem ser títulos pré ou pós-fixados.

Vantagens

  • Isenção de Imposto de Renda;
  • Pagamentos de juros são feitos periodicamente, mensal, semestral ou anual;
  • Mercado Secundário ativo.

Os certificados de recebíveis não têm proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Renda Variável

Diferente da Renda Fixa, na renda variável o investidor não possui rentabilidade garantida e não conhece previamente quanto terá de retorno em seu investimento, já que isso dependerá das condições de mercado. Por isso, é um considerado um investimento de risco. Sendo assim, é recomendável que o investidor não dependa do capital aplicado para gastos imediatos.

O investimento em renda variável é uma ótima alternativa para quem deseja diversificar suas aplicações e otimizar sua carteira, já que poderá obter retornos elevados.

BM&F

Contrato padronizado construído pela bolsa de valores. É onde negociamos o preço futuro de ativos como o Dólar e o Índice Bovespa.

Vantagens

  • Proteção de preços;
  • Diversificação de riscos;
  • Liquidez;
  • Alavancagem.

Contrato padronizado construído pela bolsa de valores onde negociamos Dólar e Índice futuros. Os minicontratos equivalem a 20% dos contratos cheios, permitindo que o pequeno investidor tenha acesso ao mercado BM&F a custos operacionais mais baixos e com menor capital.

Vantagens

  • Baixo custo operacional;
  • Margem reduzida;
  • Alta alavancagem;
  • Liquidez.
Bovespa

Título que representa a mínima fração do capital social de uma Sociedade Anônima (S.A.). Quando compramos uma ação, nos tornamos pequenos sócios daquela empresa. Sendo assim, a rentabilidade acompanha o desempenho da empresa, o que poderá incorrer em retornos elevados ou até mesmo em perdas, por isso é considerado um investimento de risco.

Vantagens

  • Diversificação;
  • Potencial de obter retornos elevados;
  • Rentabilidade obtida através da valorização da ação e também com a distribuição de proventos;
  • Liquidez.

A B3 atua como compradora de todos os vendedores e vendedora de todos os compradores, portanto o investidor não corre o risco de não receber a ação que comprou ou o seu dinheiro após a venda de uma ação.

Contrato de direitos e obrigações. Uma opção é um derivativo, portanto seu valor e suas características de negociação são derivados de um outro ativo, chamado de ativo adjacente, que pode ser uma ação, um índice ou um contrato futuro. No mercado de opções são negociados os direitos de compra (call) e venda (put) de ativos com preços e prazos pré-estabelecidos.

Vantagens

  • Alavancagem;
  • Alternativa para proteção de carteira;
  • Estratégias com controle de ganhos e prejuízos;
  • Alto potencial de rentabilidade.

Os Fundos de Investimento Imobiliário (FII’s) são como “condomínios fechados”, divididos em cotas, as quais todo investidor pode ter acesso. Os recursos do fundo são destinados à aplicação em ativos relacionados ao mercado imobiliário, podendo ser em imóveis, empreendimentos como shoppings, hospitais, prédios comerciais e residenciais, mas também podem ser utilizados para a aquisição de títulos e valores mobiliários ligados ao setor imobiliário, tais como cotas de outros FIIs, LCI’s, CRI’s, ações de companhias do setor imobiliário, etc.

  • Vantagens
  • Possibilidade de aplicar em ativos relacionados ao mercado imobiliário sem, de fato, precisar comprar um imóvel;
  • Não há a necessidade de desembolsar todo o valor normalmente exigido para investimento em um imóvel;
  • Facilidade de negociação: é negociado como se fosse uma ação;
  • Liquidez;
  • As receitas geradas pelos imóveis ou ativos detidos pelo fundo são periodicamente distribuídas para os cotistas.

ETF’s ou Exchange Traded Funds, são fundos de índices comercializados como ações. Tais fundos são negociados na bolsa de valores e tendem a acompanhar seus respectivos índices.

Vantagens

  • Diversificação;
  • Alternativa para quem dispõe de menor capital;
  • Baixas taxas de administração e taxas nulas de performance;
  • Pode-se disponibilizar para aluguel;
  • Lotes mínimos de 10.

Na Bolsa de Valores é possível ganhar também com a queda dos preços das ações, ou seja, podemos realizar operações de venda apostando na queda dos preços. Porém, para ficar vendido em uma ação por mais de 1 pregão, é preciso alugar as ações. Assim, o tomador é o investidor que quer vender as ações (ficar short) e não tem a posição. Ele aluga as ações e as vende no mercado. Quando recomprar as ações, ele as devolve para o doador e liquida a operação.

Vantagens

  • Possibilidade de ganhar com a queda dos preços das ações;
  • A taxa varia de acordo com cada ativo no mercado;
  • O contrato pode ser reversível ou não;
  • A taxa de aluguel é um % ao ano, cobrado pró-rata de acordo com o período em que o investidor permanecer como tomador.

A ideia principal de um aluguel de ações é a mesma de um aluguel comum, seja de carro ou imóvel. Ou seja, quem está comprado em determinadas ações sem prazo de venda, pode alugá-las mediante o recebimento de uma taxa pré-determinada. O doador é quem disponibiliza as ações que tem em carteira para aluguel e essa é uma alternativa simples para quem investe em ações com objetivo de médio a longo prazo e deseja rentabilizar ainda mais seus investimentos.

Vantagens

  • Não há custos;
  • Ganho de rentabilidade sem a necessidade de se desfazer das ações;
  • O doador recebe os proventos da ação.
Fundos de Investimentos

Conheça os fundos de investimento e aproveite as suas diversas modalidades: Fundos de ações; Fundos de renda fixa; Fundos Multimercado e Fundos Cambiais.

Vantagens

  • Recursos administrados por profissionais;
  • Acesso a Ativos Financeiros que exigem alto investimento inicial;
  • Diversificação.

A composição mínima tem 67% do seu patrimônio em ações. São compatíveis com objetivos de investimento de longo prazo, que suportem uma maior exposição a riscos em troca de uma expectativa de rentabilidade mais elevada.

Tem 80% de seus recursos aplicados em ativos de renda fixa e pode utilizar derivativos tanto para alavancagem, quanto para proteção da carteira. Ideal para investidores conservadores que buscam ganhos atrelados à variação da taxa de juros.

Sua composição não tem compromisso de concentração em nenhum fator em especial. Podem investir em ativos de diferentes mercados — renda fixa, câmbio e ações. São compatíveis com objetivos de investimento que, além de procurar diversificação, tolerem uma grande exposição a riscos na expectativa de obter uma rentabilidade mais elevada.

O Fundo de Investimento Imobiliário (FII) é uma comunhão de recursos destinados à aplicação em ativos relacionados ao mercado imobiliário.

Composição mínima de 80% do seu patrimônio investido em ativos que sejam relacionados, direta ou indiretamente (via derivativos), a moeda estrangeira. Opção para investidores que buscam proteção contra variações cambiais ou que estejam programando uma viagem ao exterior.

Carteiras Recomendadas

Explore as opções da renda variável e conquiste maior rentabilidade com nossas recomendações semanais e mensais.

 

Carteira LÍDER no ranking do Portal EXAME em 2018, a carteira mensal é composta por 10 ativos escolhidos com base na análise fundamentalista e nas perspectivas para cenário macroeconômico interno e externo para o mês. Recomendada para investidores que buscam retornos no médio/longo prazo.

Composta por 5 ativos com trocas semanais, a carteira semanal técnica tem o objetivo de satisfazer os investidores voltados para o curto/médio prazo que desejam se aproveitar do cenário macro aliando gráficos de análise técnica.

Carteira indicada para aqueles investidores que buscam retorno no longo prazo e menor volatilidade, em ações com bom histórico e política elevada de distribuição de dividendos e juros sobre capital próprio.

Produtos Personalizados

Com a Mesa de Produtos Personalizados, o investidor da Nova Futura conta com uma série de operações que atendem as mais diversas demandas e perfis de risco.

Para os clientes mais arrojados, temos operações alavancadas, possibilitando um alto nível de retorno mesmo com um pequeno investimento e para os clientes um pouco mais conservadores, temos operações que permitem o investimento em renda variável com um grau de risco menor do que o simples investimento em ações.

Sala ao vivo

Sala com os melhores analistas e professores do mercado, ao vivo durante todo o pregão, onde você encontra o melhor das recomendações e análises de ações e minicontratos, com muito educacional e interação.

Abertura e Fechamento de Mercado

Acompanhe diariamente os principais fatos que movem nossa economia.

Comece o dia sabendo como está o cenário econômico interno e externo e as principais notÍcias que podem interferir em suas operações, com nosso analista fundamentalista e economista chefe, Pedro Paulo Silveira.

No final do dia, acompanhe com nossos analistas tudo que rolou ao longo do pregão e as principais notÍcias que movimentaram as bolsas de valores e moedas no Brasil e no mundo.

Call de Swing Trade

Recomendação diária selecionada por nossos analistas com base na análise gráfica para quem deseja lucrar com as oscilações de curto prazo no mercado de ações.

 

Plataformas

A Nova Futura Investimentos utiliza os mais modernos recursos tecnológicos, oferecendo plataformas de negociação estáveis, com alta capacidade de processamento de ordens, desenvolvidas com base no mais elevado padrão do mercado financeiro, proporcionando agilidade nas operações e a possibilidade de gerencia-las em tempo real.

Ofertas Públicas

Oferta Pública Inicial (IPO) é quando uma empresa entra para o mercado de capital aberto, ou seja, passa a operar ações na Bolsa de Valores. Quem investe em IPO sai na frente, pois tem a vantagem de comprar uma ação antes do primeiro pregão.

Pronto para começar?

Abra sua conta

Ou deixe seus dados e entraremos em contato