Nova Futura Investimentos 23 de agosto de 2021 4 minutos lendo
Voltar para o blog

O que é CDI e como isso afeta os investimentos?

23 de agosto de 2021   -   4 minutos lendo

Existem vários indicadores econômicos quando falamos do mercado financeiro. Afinal, é por meio deles que ocorre a rentabilidade dos ativos. Sendo assim, você sabe o que é CDI?

A sigla CDI representa “Certificado de Depósito Interbancário”, que pode ser definido como um título de curto prazo emitido pelos bancos e utilizado para captar recursos. Por conta desse conceito, muitos consideram esse índice como sinônimo de CDB (Certificado de Depósito Bancário).

Porém, enquanto o CDB é um recurso de captação entre investidores individuais, o CDI é usado entre bancos, como um meio de “emprestarem”’ dinheiro entre si com liquidez diária. Veja mais detalhes sobre esse indexador no conteúdo abaixo.

Como o seu valor é calculado?

Entender como calcular o valor do CDI, principal indicador de rentabilidade dos investimentos de renda fixa, é importante para planejar a sua carteira de ativos. Afinal, os juros incidem com base nesse indexador.

Existem três formas diferentes de entender quanto rende o CDI, já que ele é representado em valores anuais, mensais e diários. Assim, se você quiser conhecer a sua incidência durante 30 dias, é necessário fazer a média das taxas diárias.

O que significam rendimentos com 100% do CDI?

Expressa como um percentual, a taxa CDI incide de diversas formas nos investimentos. Porém, existem algumas modalidades em que é possível render 100% do CDI, ou seja, como investidor, você tem um retorno integral à taxa média anual do indicador.

Mesmo que o CDB, as LCI e as debêntures ofereçam esse tipo de rendimento, isso não quer dizer que todas as corretoras deem esse retorno. Afinal, há taxas de 50% a 80% do CDI.

Quais investimentos estão atrelados ao CDI?

Agora que você já sabe o que é CDI, que tal conhecer os investimentos atrelados a esse indicador? Assim, caso esteja procurando por ativos para a sua carteira, fique atento aos tópicos abaixo e veja onde aplicar o seu patrimônio.

CDB 

Uma das opções mais populares de ativos com rendimento CDI é o CDB. Emitido pelas instituições bancárias, esse é um investimento com alta liquidez e ganhos prefixados.

Como uma opção interessante à poupança, que está atrelada à taxa básica de juros brasileira, Selic, que está em baixa nos últimos anos, o CDB possui o Fundo Garantidor de Créditos (FGC), trazendo mais segurança para a sua carteira de ativos.

LCI e LCA

As Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e as do Agronegócio (LCA) são papéis semelhantes aos CDBs, afinal são ativos emitidos como crédito para o setor imobiliário e do agronegócio.

Além disso, esse é mais um dos investimentos assegurados pelo FGC e isentos do Imposto de Renda, o que torna as rentabilidades menores, mas ainda atraentes.

Debêntures

Negociadas no mercado de capitais, as debêntures são títulos de crédito emitidos por empresas, que os geram para financiar grandes projetos de crescimento. Por conta dessa característica, esses papéis costumam ter vencimentos de longo prazo.

Com rentabilidade pós-fixada em CDI, as debêntures possuem rendimentos que podem surpreender a longo prazo, mas ainda têm a segurança de um investimento de renda fixa. Porém, a tabela regressiva do Imposto de Renda é obrigatória para a maioria dos investidores.

Os casos de exceção são as debêntures incentivadas, que são papéis emitidos para captar recursos destinados à execução de obras de infraestrutura que tragam benefícios para o país.

CRI e CRA

Os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) e os do Agronegócio (CRA) são outros tipos de investimentos que possuem o CDI como principal indexador.

Esses são lastreados de recebíveis — emissão de títulos de dívida — para a execução e o aprimoramento de ambos os setores, agronegócio e imobiliário. Por conta do alto valor dos papéis, eles são ativos de renda fixa de longo prazo.

Inclusive, uma das grandes vantagens desse investimento é que, ao incluí-los na sua carteira de ativos, você está isento do Imposto de Renda, porém não está coberto pelo FGC.

Dê o próximo passo e conheça os melhores investimentos de renda fixa

Entender o que é CDI é o primeiro passo para começar a investir. Afinal, grande parte dos ativos de renda fixa possuem a rentabilidade atrelada a esse indexador.

Por isso, se estiver procurando pelos melhores investimentos de renda fixa, além de entender o que é CDI, vale conhecer o mercado financeiro. Então, acesse o nosso blog e comece a se informar com a principal corretora independente e certificada no mercado financeiro. Descubra aqui.

Conteúdo Relacionado

Pronto para começar?

Abra sua conta